Produtividade gerando economia no valor do condomínio.

Produtividade gerando economia no valor do condomínio.

É fácil concluir que todos os condôminos querem viver em um ambiente limpo e agradável, e está é uma das responsabilidades do síndico ou da administradora de condomínios.

Na grande maioria das vezes são contratadas empresas terceirizadas, para soluções de portaria e limpeza, sendo que dessa forma conseguem diminuir custos com a folha de pagamento e problemas trabalhistas.

A maioria dessas empresas apenas entregam seus profissionais alocados e que fica a cargo do síndico treinar, passar as rotinas de trabalho e até mesmo inspecionar a qualidade do serviço prestado. E quando isto não acontece, são as próprias profissionais que determinam toda a rotina de trabalho através de técnicas domésticas e vão ajustando de acordo com as reclamações.

Tenho certeza que você já passou em áreas comuns que estão sempre limpas, no entanto, sempre se têm reclamações da qualidade da limpeza em áreas mais críticas.

Não é função do síndico, administrar ou supervisionar os profissionais de empresas terceirizadas, essa função, deve ser exercida por um supervisor.A função do síndico, é cuidar e gerenciar uma boa convivência dentro do condomínio.

Por outro lado, há empresas que atuam em prestação de serviço de limpeza, com metodologias diferenciadas, que vem focando em aprimorar seus processos à fim de atingir um alto nível de produtividade. Com isso, a atuação nos condomínios vem sendo muito bem recebida pelos síndicos.

Esta recepção tão positiva, vem graças ao diferencial da qualidade que é entregue aos condomínios, através de treinamentos constantes dos seus funcionários, planejando junto com a administração um detalhado plano de trabalho, além de fornecer tecnologia e inovação com os equipamentos e produtos químicos de ponta, aliado a um forte trabalho de inspeção da qualidade dos serviços prestados.

Na JAN-PRO esse processo é separado por áreas em um quadrante, com uma intersecção ao centro. Dessa forma, são distribuídos os focos de limpeza, divididas em: áreas em críticas, semicríticas e normais.

As áreas críticas são representadas na intersecção de deve ter uma frequência maior de limpeza, as semicríticas merecem uma frequência moderada enquanto as áreas normais terão uma periodicidade menor.

A Jan-Pro faz esse mapeamento e elabora o plano de trabalho visando distribuir os esforços nas áreas mais importantes, sem deixar nada para traz, se atentando aos detalhes, por isso ela se destaca no mercado.

Em estudos, a JAN-PRO, mostra que através da melhoria dos processos de limpeza e por consequência uma melhor produtividade, é possível diminuir de 20% a 40% os custos de limpeza em condomínios.

Matéria escrita por:
Flávio Pagotto
Diretor Regional de Expansão
Jan-Pro de Campinas
www.jan-pro.com.br